10 coisas que os filmes sempre mostram errado sobre gravidez e parto

As pessoas têm muitas opiniões sobre gravidez e parto, e nem todas são verdadeiras. A mídia certamente ajuda a perpetuar esses estereótipos e mitos, e a maioria dos filmes erra todo o processo. Aqui estão as principais coisas que a mídia mostra errado sobre a gravidez e o processo de ter um filho.

1. Ficar grávida quando você está na meia idade é muito fácil

Qualquer um que tenha visto O bebê de Bridget Jones conhece essa velha história. Porém, mulheres com mais de 40 anos têm mais problemas para conceber do que as gravidezes “acidentais” que geralmente ocorrem em filmes com mulheres de meia idade. Sem a assistência de um médico, a reserva ovariana naturalmente mais baixa e a qualidade dos óvulos tornam as coisas muito mais difíceis.

10 coisas que os filmes sempre mostram errado sobre gravidez e parto

2. Todos os problemas de infertilidade são culpa da mulher

Achamos que este é um estereótipo particularmente rude, e não é verdade, pois homens e mulheres estão praticamente na mesma posição quando se trata de quem enfrenta mais problemas de infertilidade. infertilidade ocorre em pelo menos 30% dos homens; então, por que as mulheres recebem toda a culpa nos filmes?

3. Com o cara certo vem o bebê que deveria vir

Raramente vemos um filme em que a mulher congelou os óvulos ou está tendo um filho enquanto está solteira. É uma pena que não vemos muitos exemplos na tela de uma mulher criando seu filho sozinha, já que é um cenário bastante comum. No entanto, isso ainda é completamente estigmatizado nos filmes – ou o homem vai embora, ou é uma surpresa e não uma escolha consciente de ser mãe.

imagem mulher gavida

4. A mulher varia entre confusão e princesa avoada

Em vez de ser retratada como um ser humano real com sua própria personalidade individual (nem tudo vai embora com a gravidez, pessoal). Sua vida muda completamente e ela se transforma na “mulher grávida maluca”. Sem contar o estereótipo de mulher avoada.

imagem mulher gavida-4

5. Em termos de parto, elas simplesmente empurram e acabou

Muitas parteiras e doulas acreditam que as mães devem estarem conscientes e conectadas ao seu filho no trabalho de parto e durante a gravidez. Às vezes, há alguns gritos durante o parto, além de várias posições diferentes, nas mãos, joelhos e agachadas. Não é só deitar de costas com os joelhos abertos por alguns minutos. As mulheres são guerreiras e o processo não é tão mecânico quanto Hollywood quer que você pense.

gravida 5

6. Grávida num estalar de dedos

Muitos casais passam por processos de fertilização in vitro, barriga de aluguel ou outras situações ao tentar ter um bebê. Mas nos filmes, eles são vistos engravidando na primeira vez que tentam, ou por acidente. Embora uma gravidez acidental seja certamente uma realidade, não é a maneira mais comum de casais tentar engravidar. Ter um filho é algo que muitas mulheres anseiam, e se isso não acontece, elas podem ficar muito frustradas. Cenas imprecisas nos filmes podem piorar isso.
gravida 6

7. As parteiras só aparecem em momentos de crise

No cinema, quando o marido desaparece ou a esposa é abandonada de outras maneiras, a parteira aparece. É quase como se a tratassem como uma opção de emergência, em vez de um processo bem planejado com meses de antecedência. Nem tudo é caos e hippies ridículos – parteiras e doulas são um dispositivo para mães empoderadas, não uma decisão de alto risco ou mal calculada.

gravida 7

8. O parto é um show de horrores

Certamente não há nada fácil em ter um bebê, mas os filmes têm a responsabilidade de parar de transformar a experiência do parto em algo aterrorizante e parecido como um exorcismo. Todos os partos são diferentes, daqueles com epidural às cesarianas. Mas mesmo quando a dor do parto é sentida, é uma dor poderosa, e não uma doença ou trauma, e os filmes devem mostrá-la como tal.

gravida 8

9. Primeiro vem as contrações, depois vem o bebê

Além dos gritos dramáticos que são frequentemente usados nos filmes para representar a gravidez, as contrações também são frequentemente ficcionalizadas. Os médicos obstetras dizem que não é muito comum que a bolsa de uma mulher estoure e seja seguida imediatamente com intensas contrações. As contrações podem ocorrer antes que a bolsa se rompa ou pode ser adiada por horas, dias ou semanas após a ruptura.

gravida 9

10. Pele brilhante e um rosto cheio de maquiagem durante a gravidez

Mesmo quando não estão usando maquiagem impecável, essas mulheres parecem mais supermodelos radiantes do que mulheres esgotadas após o parto. Seria bom ver uma representação mais realista do que um brilho digno de revista de moda. Muitas mulheres desenvolvem acne hormonal e outros problemas de pele durante a gravidez. Algo chamado cloasma torna a pele do rosto mais escura, enquanto outras apresentam uma linha preta no estômago. Isso nunca é retratado no cinema!

gravida 10

Deixe o seu comentário