Existe um jeito claro de pegar seu gato e não é pelo pescoço!

Se você nutriz gatos, provavelmente já sofreu alguns arranhões na hora de pegá-los para provar seu paixão. Isso porque, muito provavelmente, você costuma pegar seu gato ou o gato de outras pessoas do jeito inverídico, sem transmitir crédito a ele.

De concordância com veterinário Uri Burstyn, em um vídeo do YouTube, existem algumas formas de segurar seu gato de um jeito que seja confortável para você e para ele.

No caso de um gatinho estranho

Segundo ele, a primeira coisa que você deve fazer, se o gato ainda não saber você, é permitir que ele cheire sua mão para que vocês façam amizade.

Depois que isso ocorrer, você deve fazer alguns carinhos no felino, demonstrando que você o nutriz e que é confiável e, só depois, deve tentar uma aproximação mais efetiva. Se o bichano se provar confortável com sua proximidade, é hora de pegá-lo no pescoço do jeito correto.

Porquê pegar seu gato corretamente

A primeira coisa que você deve ter em mente na hora de pegar seu gato é que você deve fazer com que ele se sinta seguro. Se você segurá-lo por um ponto muito pequeno ele vai ter a sensação de estar pendurado e, com certeza, vai tentar evadir da situação. Isso, evidente, pode acaba lhe rendendo alguns arranhões.

Portanto, a melhor forma de pegar seu gato é colocando uma mão no peito dele e outra na bojo. Só portanto, você deve levantá-lo com desvelo.

Uma outra maneira também eficiente de pegar seu gato no pescoço é segurando o felino e o apertando contra seu corpo. Simples que a pressão não deve ser muito possante, já que a teoria não é machucar o bichinho, mas transmitir crédito a ele. Esse perto, portanto, deve ser quase uma vez que um amplexo: seguro e hospitaleiro.

Aliás, essa técnica do “esbarro” funciona muito também quando é preciso dar remédios os felinos. Se você segurar seu gato com leveza, mas de maneira firme, no lugar onde ele está; costuma ser o eficiente para que ele fique paradinho.

Gatos escaladores

No caso dos gatinhos que gostam de se lastrar nos ombros de seus donos, a dica para evitar os arranhões no processo de subida e de decida do bichano é se inclinar para frente levemente e concordar o bumbum deles. Simples que nem sempre dá para saber quando eles vão querer se “empoleirar”, mas quando você ver que existe uma chance disso ocorrer, fique prestes!

Agora, custoso leitor, o ideal também é respeitar a vontade do animalzinho. Existem gatos mais amorosos e que gostam de um cafuné no pescoço e existem também gatos que não suportam contato físico prologado e que não curtem zero serem pegos.

Se você perceber o que gato que você quer desesperadamente segurar é do segundo tipo, não insista! Isso, com certeza, vai evitar que ele fique estressado e vai forrar vários aranhões. Combinado?

Jeitos certos de pegar seu gato na prática

Agora, se você quer ver na prática uma vez que funcionam essas técnicas para pegar seu gato de forma mais eficiente, não deixe de testemunhar o vídeo aquém. Apesar de estar em inglês, as explicações do Dr. Uri Burstyn são muito didáticas e você vai conseguir tirar suas dúvidas sobre uma vez que você deve proceder.

E portanto, você já tinha consciência de uma vez que pegar seu gato sem deixá-lo inseguro? Conhece mais qualquer jeito de segurar os gatinhos que funciona muito? Não deixe de nos racontar nos comentários!

Agora, falando em felinos, você pode gostar de conferir ainda: Porquê calcular a idade do seu gato (e saber a idade humana que ele tem).

Manancial: Mega Curioso

(function (d, s, id) (document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));
// After FB Page plugin is loaded, the height of its container changes.
// We need to notify theme about that so elements like eg. sticky widgets can react
(function (object) )(window);

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *